O curso

O Programa de Pós-Graduação em Serviço Social:

O Programa de Pós-Graduação em Serviço Social visa desenvolver a capacidade de análise e crítica consistentes sobre a realidade social e as estratégias de intervenção do Serviço Social, procurando, na dinâmica de sua execução, as seguintes características: perspectiva pluralista, caráter de flexibilidade, integração pesquisa-ensino e pós-graduação com a graduação.

Objetivos do Programa:

Observando a diferenciação entre os níveis de formação - Mestrado e Doutorado - o Programa de Pós-Graduação tem como objetivos:

*Formar docentes e pesquisadores em Serviço Social, capacitando-os no domínio dos paradigmas teórico-metodológicos contemporâneos, com vistas à análise crítica da inserção do Serviço Social em diferentes formações sociais.

*Fomentar a pesquisa e a produção de conhecimentos relativos à articulação histórica do Serviço Social com a questão social, as políticas sociais e com os direitos sociais no Brasil.

Histórico:

O projeto acadêmico do Departamento de Serviço Social foi iniciado em 1937, com a criação do segundo curso de Graduação em Serviço Social do país. Esta foi uma das unidades que permitiram a própria constituição da Universidade Católica do Rio de Janeiro, em 1941. Em 1972 sua atividade acadêmica foi enriquecida com a criação do Programa de Mestrado - o primeiro a ser oficialmente credenciado pelo Conselho Federal de Educação (Parecer 4.428/76) - voltado, sobretudo, para a formação de docentes e pesquisadores. Seu objetivo era o de capacitar para a análise crítica da realidade social e para o desenvolvimento de estratégias de intervenção do Serviço Social.

Quando de seu início, em 1972, o Programa priorizou objetos e objetivos de pesquisa voltados para a construção da Teoria do Serviço Social seguindo as indagações teórico-metodológicas que norteavam o debate profissional na época. A repercussão nacional das primeiras dissertações defendidas foi imediatamente sentida, na medida em que essas se transformaram nas primeiras publicações nacionais de produção de conhecimento desta área básica. A partir de 1986, com o redimensionamento do curso e introdução de nova área de concentração, o Programa voltou-se para a análise do Serviço Social em sua inter-relação com as políticas sociais, com ênfase numa abordagem interdisciplinar.

Em 1995 ocorre uma mudança da área de concentração, quando o Programa assume como núcleo central de análise o Serviço Social em sua articulação histórica com a Questão Social, e na sua relação com os direitos sociais, implantado, em 1997, um novo projeto curricular articulado em torno da área de concentração: Serviço Social, Questão Social, Direitos Sociais.

O Departamento de Serviço Social da PUC-Rio, ao propor a ampliação de seu Programa de Pós-Graduação, através da criação do Doutorado em 2003, busca manter-se em permanente esforço de renovação para fazer face aos desafios lançados à Universidade pelos processos de transformações sociais e políticas recentes.

Com a aprovação do Doutorado em 30/12/2002 (Portaria 3949, do MEC), o Programa manteve a área de concentração tendo como seu núcleo central a articulação histórica do Serviço Social com a questão social e os direitos sociais.

Área de Concentração: SERVIÇO SOCIAL, QUESTÃO SOCIAL, DIREITOS SOCIAIS

Tendo como foco de atenção as demandas colocadas ao Serviço Social na contemporaneidade face à configuração da questão social na sociedade brasileira e às peculiaridades da sua inserção nos processos de reestruturação das relações sociais decorrentes da globalização, esta área de concentração visa a compreensão e análise dos processos de produção da vulnerabilidade social nas suas dimensões social, política, econômica e cultural, e das estratégias de ação do Serviço Social com seus diferentes paradigmas face aos projetos de enfrentamento da questão social engendrados na sociedade a qual se vincula, bem como se propõe a investigar os diferentes processos, representações e práticas dos sujeitos sociais envolvidos na constituição da esfera pública em diferentes espaços, no contexto de transformação do Estado na sua relação com a sociedade e suas implicações para o Serviço Social.

Linhas de Pesquisa:

*Trabalho, Políticas Sociais e Sujeitos Coletivos
Funda-se nas categorias trabalho, políticas sociais e sujeitos coletivos, considerando a importância das mesmas para o Serviço Social, tendo em vista os processos sociais que, atualmente, redefinem a questão social.

*Violência, Direitos, Serviço Social e Políticas Intersetoriais
Considerando as transformações significativas da sociedade contemporânea e suas implicações no âmbito das relações sociais, esta linha de pesquisa tem como objetivo aprofundar a compreensão sobre os temas da violência, dos direitos e das políticas intersetoriais, tendo por base a natureza do serviço social na perspectiva da efetivação dos direitos na sociedade brasileira.

*Questões socioambientais, urbanas e formas de resistência social
Esta linha de pesquisa, adotando uma reflexão histórica com perspectiva de intervenção social e ênfase nos aspectos socioambientais, discute e relaciona os temas: meio ambiente, cidade e expressões de movimentos de resistência social.

Conheça o site da Coordenação Central de Pós-Graduação (CCPG)